Pular para o conteúdo principal

Carta à minha amiga e ao meu ex


Queridos, escrevo a vocês porque não falamos mais. Fui muito má com vocês. Imagina, duas pessoas tão especiais, tão altruístas e equilibradas, como pude fazer o que fiz? Má, muito má. Fico feliz que estejam tão próximos, espero que percebam serem almas gêmeas. Aliás, gostaria de agradecer o carinho e a atenção que me dedicam. Vocês prestigiam meus textos e fazem propaganda deles, nossa, que bom. Minha modéstia não permite publicar os comentários doces que fazem, mas agradeço sinceramente a opinião de vocês. Me pauto por isso. Continuem a ler, comentar e falar de mim para as pessoas. É uma ótima divulgação. Mas fico mais feliz mesmo por saber que se importam comigo, com o que penso, faço, até sugerem que as pessoas me adicionem nas redes sociais, que bom, diminui minha solidão. Você, pessoas tão sinceras e rodeadas de amigos, se importam em aumentar minha rede de amizades e pedir para que eles informem sobre meus passos, tocante. E ocupados. Mas, mesmo tão cheios de afazeres, perdem seu precioso tempo lendo meus textos.

O carinho e amor está expresso em suas atitudes. Percebo que, mesmo veladamente, se ocupam com essa desgraçada amiga. Os conselhos que vocês dão são tão bons que os seguirei, demonstra que se importam comigo e com meu futuro. Preciso de gente sensata e equilibrada como vocês para orientar meus trôpegos passos. Obrigada, muito obrigada mesmo. Nunca me deixam só, ora um, ora outro fiscalizam meu comportamento e coordenam minha vida. Me envergonho por causar preocupação a vocês que fizeram parte da minha história (que ficou muito infeliz e sombria sem a gentil e caridosa companhia de tão ilustres criaturas), imaginei que tivessem tomado seu rumo. É bom saber que deixamos marcas boas em gente fina, elegante e sincera, vocês. E dizer que o amor por mim aproxima as pessoas, que bom, estão seguindo os mandamentos cristãos.

Vocês são um casal perfeito, perceberam? Abençoo uma eventual união de vocês, são absolutamente complementares. Aliás, sempre soube que você, amiga querida, tinha uma derrapada de mil metros por ele, lembro quando o chamava de gostosão. Fiquem juntos, serão ótimos um para o outro. Todos ficarão satisfeitos. Desculpe se abri seu segredo assim, amiguinha querida, mas agora ele sabe. Tentem, afinal, amiga amantíssima, você sempre foi uma sedutora de mão cheia. Eu que nunca soube seguir seus passos, preciso de mais dos seus valiosos e decisivos conselhos. E, afinal, sua gata, é muito melhor como pessoa e mulher do que eu, sejamos sinceras.

E você, ex. Ah, você, uma pessoa legal e interessante não merece ficar sozinho. Sei que se preocupa comigo e, por isso, fico muito grata. Você abala meu pobre a abandonado coraçãozinho. Que bom que se amigou com a minha querida amiga. Ela sempre foi apaixonado por você (ops, mais uma vez indiscreta) e sei que a achava linda, confesse. Dê uma chance à essa mulher tão leal e sincera, será uma parceira perfeita para sua vida. Ela revolucionará seus dias, como eu, um ser inferior e limitado, não soube fazer.

Agora preciso terminar essa cartinha singela e voltar pro açoite sem fim que é a minha vida. A senzala me espera. Um enorme e carinhosíssimo beijo e abraço de muito, mas muito amor. Penso em vocês o tempo todo, não sei viver sem isso. Beijocas no cuore, queridos. Asta la vista, babies!    

Comentários

  1. Não entendi...acho que não era pra mim...snif...kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada.

Postagens mais visitadas deste blog

Amor é merecimento

Um rompimento sempre dá espaço às reflexões sobre o fim, quando escolhemos cair fora gostando muito da pessoa, ou quando há mais dúvidas do que certezas. No meu caso já fui muito magoada e caí fora porque não mereci o tratamento que recebi, mas isso já foi superado e essa situação me levou a perceber o motivo de me sentir tão entristecida. Pode ser que não seja possível escolher por quem nosso coração vai vibrar, quem vai nos fazer leves e tal, mas sentimos os primeiros sinais. Eu senti, mas fui cega para não perceber e cair fora antes. 

Apesar de alguém até contrariar esse meu pensamento, aprendi que amor é merecimento. Não vou mais entregar meu coração assim, por alguém que não faça por merecer, alguém que não demonstre muita vontade de estar por perto e que se importe. Sou naturalmente esquiva e arisca, apesar de já ter mudado bastante, sempre tenho a tendência à fuga. Mas quando sentimentos, emoções estão envolvidos, dá uma embaralhada, eu sei. No entanto, mesmo que sinta a proximi…

No próximo ano, lambuze-se

Os votos dessas festas de final de ano são iguais e repetidos ad infinitum mundo afora pela sua família, vizinhos, amigos, desconhecidos, desconfio de que até os mortos os repetem em seus túmulos. Blábláblá sem emoção jogado ao vento e nos ouvidos incautos de quem foge dessa hipocrisia morna e irritante. Portanto, serei sincera: desejo que nesse próximo ano, você se lambuze. Fique com o rosto sujo e a alma respingada pelo lambuzo. Descasque uma manga e coma sem cortar em pedaços, sinta o suco escorrendo pela sua boca, as mãos meladas. Lambuze-se. Vá mais vezes à pracinha de brinquedos com seus filhos e se lambuze de areia, sujeira e amor. Abrace sua mãe e seu pai, faça mais brincadeiras irônicas com seus irmãos, evite a irritação com comentários alheios. Lambuze-se de tolerância. Sinta que você pertence a você, mas permita que alguém se lambuze de você. Permita que se lambuze com suas palavras, seus gestos, suas atitudes, seus olhos, seu corpo.
No próximo ano, lambuze-se de amor-própri…

Sobre todas e todos os dias

Quando é noticiado violência contra a mulher, como agressões ou estupros, sempre há pessoas (entre elas algumas mulheres) atacando a vida e hábitos da mulher. Por ser sensual ou não, pelas roupas, por ter filho, pelo comportamento, o que, francamente, mesmo que fosse uma senhora freira, religiosa e que usasse um hábito tapando seus pés também seria motivo para essa cultura do estupro tomar forma. Fosse eu, você ou alguma parente ou amiga sua seria igualmente horrível e asqueroso o ato criminoso que homens cometem todos os dias contra mulheres. Na maioria dos casos não são loucos ou doentes, apenas terrivelmente mal-intencionados. 
E qual a parcela de culpa da sociedade nisso tudo? Toda a culpa. Quando hiper-sexualizam a mulher, objetificam e põe uma mulher contra a outra, quando a aparência é julgada, quando o desrespeito é a regra e incentivado, mulheres são e serão estupradas e abusadas todos os dias. Quando o não de uma mulher for interpretado como charme ou falso desinteresse, enqu…