Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2014

Carta da dispensa

Caro amigo, escrevo essas linhas para lhe comunicar de sua dispensa em minha vida. Não é uma demissão, veja bem, para ser demitido precisa antes ser admitido, o que não é o seu caso. Você não chegou nem ao período de experiência, foi sumariamente eliminado na fase de entrevistas e testes. Como foi nessa fase? Mau, muito mau, péssimo eu diria. Entenda, as exigências para ter seu nome em uma placa na porta do meu coração são várias e você não atende a nenhuma delas. Sei do seu esforço para ser inesquecível, mas cruamente falando, você está longe de estar na sala do especial, único e ímpar. Você se esforçou tanto para ser mais um e tomou o rumo da porta de saída sem perceber. Você, meu querido amigo, é apenas um qualquer para mim.
Expliquei, expliquei e sequer ouviu, pensou que seu "charme" bastaria para me levar a nocaute. Tsc, tsc, tsc, passou longe. Sexo, aparências e esse papinho de galã de rodoviária não convencem, ao menos para mim. Minhas prioridades são outras. Quero afe…

Manual do encontro

Não me importo que ele esteja confuso, que não tenha todas as respostas. Nem ligo se diz que não me merece. Não me importaria de esperar que se resolvesse. Contanto que me dissesse, que falasse o que se passa em seu coração. Não ligo que não seja lindo, rico ou perfeito. Quero apenas que seja assim, confuso, sensível, imperfeito e até meio perdido para assumir o que sente, desde que sinta. Sinta uma bobeira legal, um atordoamento, uma sensação maluca e tranquila. Se pedir para esperar, espero sim. Desde que faça me sentir especial, desejada. Sim, você não sabia onde eu estava. Sempre aqui, você é quem me procurava e não encontrava. Você é quem se perdia em descompassos, desamores, enganos. Eu estava nesse mesmo lugar, também me desenganei, também descompassei, mas sabia da sua existência. Seu rosto e sua voz me são desconhecidos, mas sua energia me procurava, tocava e avisava de que chegaria. Pois bem, estou aqui. E agora?
Você demorará a me reconhecer, tão perdido nesse seu mundo de g…

Ora

Ora sou tempestade, ora sou vento
Ora sou brisa, ora sou flor
Muitas vezes espinhos, tantas outras sorriso
Som e fúria, alegria e dor
Ora sou uma, agora sou Eu.