Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2015

Réquiem das palavras não ditas

Moço, demorei para dizer todo o universo que habita meu coração, sei que agora é tarde. Sou boa escrevendo e expressiva falando, mas esse hábito de demonstrar autossuficiência trava a vontade de falar tudo o que sinto, cada emoção que me causa e esse sentimento estranho e inexplicável que tenho por você. O acusei de auto sabotagem, veja só, também me saboto com esse orgulho e mania de fazer um homem sentir que é um acessório em minha vida. Dói saber que tenho minha parte de culpa e cometo os mesmos erros, que deixei passar o momento de fazer com que entendesse seu lugar no meu coração. Que entendesse que amor está distante do que pensa. Que amor é o que sinto por você.
Você foi um imprevisto que varreu as convicções que tinha para longe de mim. Eu, que tropeço e gaguejo sempre quando alguém mexe comigo, emudeci com você. Me perdoa? Fui estúpida em falar o quanto seria desnecessário ao enfatizar minha vontade própria. Em não entrar por suas brechas, em ignorar aquele chamado que seus ol…