Pular para o conteúdo principal

A revolução sem atitude - desabafo de uma mulher negra e anônima



"Na pauta dos revolucionários são pontos a causa dos negros, a luta contra o racismo, a briga pelas cotas como direito a reparação pela escravidão, a luta contra os estereótipos de beleza e a valorização da beleza negra, os cabelos afros, os black powers; e que só ser considerada bonita se for loira de olhos azuis ou morena com cabelos lisos é um preconceito. É sabido que muitos homens se relacionam com negras e, tempos depois, ficam noivos e casam com as brancas, ou brancas e magras, como que para ser aceita como mulher e mãe de seus filhos tenha que ser assim. Mesmo não sendo magra, deve ser branca, mas sobre esse fato não vejo muita gente comentando e merece muita reflexão, principalmente por parte dos que se dizem revolucionários. De qualquer forma, o que se fala não é o que realmente importa. O que importa é o que se faz.
Negras se casam? Sim! Com outros negros e com brancos também. Por isso existem as mulatas. Mas o que isso tem a ver com os que se dizem revolucionários? Simplesmente os revolucionários, que pregam tudo isso, que criticam, que ficam gritando nos nossos ouvidos, namoram exatamente aquelas com estereotipo europeu. “Ah! Mas o cara se apaixonou?” Por favor! Me poupem! O Brasil é um país com maioria negra, mas eles se apaixonam só pelas brancas? Estou falando dos revolucionários brancos, tá gente?
Eu não quero saber o que pensa a elite sobre isso, nem o que os boçais pensam sobre isso. Desses eu não espero uma reflexão coerente, não espero uma auto crítica. Eu quero a reflexão e a auto crítica do revolucionário branco, que convive com negras lindas , guerreiras, inteligentes, mas só se apaixona pelas brancas que se parecem com as da capa das revistas e tem o estereótipo europeu. Era exatamente assim na época da escravidão. O Senhor se apaixonava pela beleza da escrava, achava ela atraente, mas casava com a branca. Ah! Esse nem vou criticar. Escravocratas eram assim , da mesma forma como a elite é. Um branco da elite hoje em dia namora e casa com negras? Claro! Mas na maioria das vezes, a regra mesmo, é que ela seja famosa ou famosinha, modelo também pode ser.
Sabe o que eu queria? Ver os camaradas pararem de fazer discurso hipócrita. Para convencer, colocar em prática a ideologia é melhor do que qualquer discurso. “Ah! Mas você não está generalizando?” Não! Estou não! Conheço (e conheço muitos mesmo) que se dizem humanistas e revolucionários mas na vida real são exatamente como a elite e como os boçais que eles mesmos criticam. Em toda regra existe uma exceção, então, vão aparecer vários mostrando suas namoradas e esposas negras, mas a maioria dos revolucionários brancos se casam com brancas. “Ah! Mas me apaixonei!” Claro! Elas são o estereótipo que a sociedade até hoje acredita ser o aceitável e você faz parte dessa sociedade hipócrita e m muitas coisas ainda pensa como ela apesar de querer parecer ser tão diferente. Motivo pelo qual podemos ver tantas negras namorando e casando com os gringos. “Ah! Mas tem muito gringo racista!”
Tem um monte mesmo! Aliás, uma maioria. A diferença é que eles não são hipócritas, eles se assumem racistas e o texto está falando exatamente de hipocrisia, mais do que de racismo. Os gringos que não são racistas conseguem ver beleza na mulher negra, a exterior e a interior, assumem essas mulheres como esposa e mãe de seus filhos. Demorei muito pra escrever sobre isso porque tem um ar de recalque, né? Mas não é. É apenas a constatação de uma realidade. Viajem pelo mundo e vejam mulheres negras sendo amadas por negros e brancos em todos os lugares, onde, inclusive, elas são uma minoria, como na Europa. Tá ficando feio ver o discurso do revolucionário hipócrita que fica postando no Facebook que levanta a bandeira da negritude, mas desfila com uma branca, com cabelos lisos e pesando 49 kg pq é modelo ou atriz.
“Ah! Como vc teve coragem de falar todas essas coisas? Você está julgando as pessoas!” Não! Não! Isso foi constatação . E olha que não estou falando por mim, primeiro pq nunca não ando por aí me apaixonando por revolucionários. Me apaixonei, uma vez , por uma anarquista e que me assumiu mesmo tendo uma família racista. Já fui casada, e ele é loiro, mas a questão é que ele não era revolucionário, sabe? Ele era (ainda é) capitalista. Sabe o que significa racismo introjetado, velado? Então! Isso é intolerável, mas é ainda mais tosco quando vem de alguém que fica levantando bandeiras pra se promover, pra dizer que “ideologia, eu quero uma pra viver!”.  
Bem, sintam-se ofendidos os que vestiram a carapuça . Aos demais , que levantam a bandeira da humanismo que tem relação direta com o amor, deixo minhas saudações humanistas. Seria bom mesmo que uma revolucionária branca tivesse escrito esse texto. “Ah! não né?! Tinha que ser uma mulata, afro descendente mesmo, pq o olhar é outro, a percepção é outra”. Seja humanista, seja contra o racismo, seja a favor do amor em todas as suas formas, mas não seja hipócrita. A hipocrisia é uma das coisas mais abomináveis da face da terra. Lembrando, mais uma vez, que esse texto é dedicado aos que se dizem revolucionários. Se você assim não se apresenta, ou se é um boçal, não precisa se sentir ofendido, pq de você eu não espero nada além da ignorância. Mas do revolucionário eu espero atitudes . Sem a prática o discurso é vazio e não convence ninguém além dos idiotas."

Comentários

  1. Ah, a Revolução não se anuncia, babe, ela se faz. Esses que se intitulam revolucionários, dificilmente o são. E a Revolução é uma roda que deve girar sempre. Não deve ser só troca de poder...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada.

Postagens mais visitadas deste blog

Amor é merecimento

Um rompimento sempre dá espaço às reflexões sobre o fim, quando escolhemos cair fora gostando muito da pessoa, ou quando há mais dúvidas do que certezas. No meu caso já fui muito magoada e caí fora porque não mereci o tratamento que recebi, mas isso já foi superado e essa situação me levou a perceber o motivo de me sentir tão entristecida. Pode ser que não seja possível escolher por quem nosso coração vai vibrar, quem vai nos fazer leves e tal, mas sentimos os primeiros sinais. Eu senti, mas fui cega para não perceber e cair fora antes. 

Apesar de alguém até contrariar esse meu pensamento, aprendi que amor é merecimento. Não vou mais entregar meu coração assim, por alguém que não faça por merecer, alguém que não demonstre muita vontade de estar por perto e que se importe. Sou naturalmente esquiva e arisca, apesar de já ter mudado bastante, sempre tenho a tendência à fuga. Mas quando sentimentos, emoções estão envolvidos, dá uma embaralhada, eu sei. No entanto, mesmo que sinta a proximi…

Sobre todas e todos os dias

Quando é noticiado violência contra a mulher, como agressões ou estupros, sempre há pessoas (entre elas algumas mulheres) atacando a vida e hábitos da mulher. Por ser sensual ou não, pelas roupas, por ter filho, pelo comportamento, o que, francamente, mesmo que fosse uma senhora freira, religiosa e que usasse um hábito tapando seus pés também seria motivo para essa cultura do estupro tomar forma. Fosse eu, você ou alguma parente ou amiga sua seria igualmente horrível e asqueroso o ato criminoso que homens cometem todos os dias contra mulheres. Na maioria dos casos não são loucos ou doentes, apenas terrivelmente mal-intencionados. 
E qual a parcela de culpa da sociedade nisso tudo? Toda a culpa. Quando hiper-sexualizam a mulher, objetificam e põe uma mulher contra a outra, quando a aparência é julgada, quando o desrespeito é a regra e incentivado, mulheres são e serão estupradas e abusadas todos os dias. Quando o não de uma mulher for interpretado como charme ou falso desinteresse, enqu…

Agora

Eu disse tantas palavras em seu ouvido
e elas são apenas suas
ninguém as saberá, as escutará ou as repetirá;
são suas, tal qual minha saliva, minha pele
e, principalmente, meu olhar, esse olhar que só você tem
meus olhos verde-gato fixam o profundo dos seus castanhos
enxergam infinitos, dores, amores mortos onde você se enconde para não sentir mais dor
amigo, amor não é dor
amor é vida
é calor no peito
uma noite mágica
um sorriso bobo no meio da tarde
uma música legal na madrugada
emoções que machucam, ferem, rasgam são tudo, não amor
pare de se defender
engula seu orgulho
dome seu gênio
e olhe para mim
sorria, aqui estamos outra vez
aqui somos nós
veja como a sintonia flui
alguma insegurança, uma pequena barreira
mas somos nós, inexoravelmente, intangivelmente, infalivelmente
somos nós a mágica, a poesia, a música e a cor
sim, pintamos cores e afetos
fazemos arte com nossos olhares, nossos corpos e nossa voz
somos eu, você
nossos passados já foram, são apenas lembranças
e nós, nós somos o presente, o hoje, o ag…